Sobre
OFICINA BEIJA FLOR

Meu nome é Vanessa, sou franco-italiana, mãe orgulhosa de 3 filhos e esposa feliz de um companheiro que me apóia em meus projetos.

Vivi e trabalhei na França na área do meio ambiente, da sustentabilidade e da educação como advogada, jurista, gerente de projetos, instrutora e voluntária. Depois, a vida nos levou ao Brasil, onde descobrimos uma cultura e riquezas naturais incríveis, mas também medimos sua fragilidade e a importância de sua preservação.

Aqui, mais do que nunca, quis fazer minha parte e incentivar outros a perceberem o impacto positivo que mudanças de hábito bem simples podem ter no meio ambiente.

Como fazer isso? Através da conscientização e da educação, que são chaves para desencadear ações. A Oficina Beija Flor nasceu como um convite para todos nós aprendermos a se mobilizar, de acordo com suas próprias capacidades. Sem dúvidas, ações individuais precisam ser acompanhadas por grandes ações coletivas, porém cada um de nós tem um papel a desempenhar, por menor que seja.

Vamos ser protagonistas e não espectadores!

Vanessa

Você conhece a lenda indígena do beija-flor?

Um dia, diz a lenda, houve um enorme incêndio na floresta.

Todos os animais aterrorizados assistiram impotentes ao desastre. Somente o beija-flor estava agindo, pegando algumas gotas de água com seu bico para apagar o fogo.

O tatu, irritado por essa agitação toda, disse:
“Beija-flor! Você está louco? Você não vai apagar o fogo com essas gotas de água!

E o beija-flor respondeu: “Eu sei disso, mas estou fazendo a minha parte“.

Todos nós temos um papel, mesmo que modesto, sejamos protagonistas!